Rocket Fuel

Hillary Clinton, uma Mulher no Limite

Nenhum político norte-americano, homem ou mulher, foi tão atacado como Hillary Clinton, quer ao nível político, quer ao nível pessoal. Uma prova disso mesmo foram os ataques recebidos depois do desmaio na comemoração do 11 de Setembro, provocado por uma pneumonia. Ao longo dos seus quarenta anos de carreira, a ala direita e os meios liberais têm atacado Hillary de todas as formas, chegando mesmo a casos de difamação. Ela estava à frente nas sondagens de 2007, mas os opositores arruinaram as suas possibilidades eleitorais a favor de Barack Obama, pois consideravam-no mais unificador e carismático. Agora, em plena campanha eleitoral, Hillary Clinton já não é ingénua nenhuma e sabe que se quer chegar à Sala Oval tem de ganhar a guerra da imagem. Mas será que Hillary é realmente vítima da "famosa conspiração da direita"? Conseguirá escapar às armadilhas preparadas pelos inimigos? Será capaz de se tornar na primeira mulher a presidir o país mais poderoso do mundo? Para o bem ou para o mal, Hillary Clinton é uma mulher no limite e um paradigma de coragem e determinação política.

Partilhar no: