30 de Setembro de 2022

Conheça cinco dos principais Parques Naturais de Portugal

O Parque Nacional da Peneda-Gerês, a Serra da Estrela, a ilha da Madeira, a Costa Vicentina e a Ria Formosa são as cinco zonas com parques naturais que ficamos a conhecer melhor durante a série Parques Naturais de Portugal do canal Odisseia.

Com exibição nas noites de segunda-feira, esta série, produzida em 2021, explora as arribas no sul do país na famosa costa vicentina, a estância de esqui na montanha mais alta de Portugal Continental, na Serra da Estrela, assim como o jardim mais verde da Península Ibérica no Norte, localizado no Parque Nacional da Peneda Gerês, entre outros tesouros naturais.

Fique a conhecer um pouco mais acerca destes cinco importantes parques naturais de Portugal que têm em comum o facto de serem zonas protegidas, onde a flora e a fauna se podem desenvolver sem qualquer interferência humana.

Parque Nacional Peneda-Gerês

O Parque Nacional Peneda-Gerês é o único parque nacional em Portugal. Com uma área de quase 700 quilómetros quadrados, localiza-se no extremo norte de Portugal. Cumes rochosos e áridos contrastam com as extensas florestas e verdejante vegetação rasteira em vales profundos, atravessados por lagos e rios. O parque é conhecido pelas densas florestas, onde predominam os carvalhos e pinheiros. Entre os animais típicos do parque encontram-se os pequenos cavalos Garranos, uma raça de cavalos muito antiga e a única na Europa que continua a viver em estado selvagem.

 

Serra da Estrela

A montanha mais alta de Portugal Continental é a Serra da Estrela, cujo ponto mais elevado tem 1993 metros de altitude. Fica na área central da metade Norte de Portugal, entre as cidades de Covilhã e Seia. Há muito a conhecer nesta região, desde as nascentes dos maiores rios portugueses até às aldeias marcadas pela tradição. O parque natural é a zona protegida mais vasta na Península Ibérica.

 

Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

No sudoeste de Portugal fica o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Inclui uma estreita faixa costeira que percorre toda a costa até ao sul de Portugal. Escassamente povoada, esta região costeira, que foi considerada zona protegida em 1988, é apresentada como um dos últimos ecossistemas intactos na Europa. Os penhascos íngremes, o quase constante vento e ondas altas garantiram que o turismo em massa não se instalou por aqui. Ainda há florestas quase primitivas e muitas espécies de aves.

 

Madeira

Madeira, a ilha autónoma de Portugal no Oceano Atlântico, fica mais perto da costa africana do que do continente português, do qual está separado por cerca de 900 km. O nome da ilha vem dos marinheiros portugueses que reivindicaram a ilha desabitada para si em 1419. O nome vem do facto de haver madeira em abundância na ilha, visto que quase toda a superfície estava coberta por densa vegetação. Desde 1982, dois terços do Parque Natural da Madeira são considerados uma área peculiar protegida.

 

Ria Formosa

O Parque Natural da Ria Formosa é uma das zonas de conservação de lagoas e zonas de água doce mais vastas na Europa, sendo delimitada por cinco ilhas naturais e caracterizada por uma belo mosaico de bancos de areia, lagoas de água doce e salobra e pântanos de água salgada. Em 2010, a Ria Formosa foi eleita uma das sete maravilhas naturais de Portugal. É um ecossistema único: nos meses de inverno, mais de 20 mil aves encontram-se aqui. Além disso, o parque natural tem uma das maiores populações de cavalos-marinhos a nível internacional e dizem que mais de metade de todas as espécies de peixes do Oceano Atlântico são geradas neste paraíso.

 

 

Portugal está a tornar-se cada vez mais popular junto dos turistas, mas a verdade é que tem muito mais para oferecer do que os 600 km de costa que prometem umas belas férias na praia. Em Parques Naturais de Portugal ficamos a conhecer algumas destas autênticas maravilhas da natureza.