16 de Setembro de 2019

ODISSEIA ESTREIA “KÓMODA”, O RETRATO DE UMA SOCIEDADE CANSADA

Os dados são poucos, mas os que já existem dizem que Portugal é um país cansado. “Kómoda, a vida sem energia” (60’), que o Odisseia estreia sábado, dia 28 de setembro, às 22h30, é um documentário que pretende despertar a sociedade para o impacto causado pelo stress, tensão e o ritmo de vida sufocante.

Sete em cada 10 espanhóis sente-se cansado ou muito cansado*. A pressão pela rentabilidade, o stress e a falta de sono conduzem à falta de vitalidade. Um cansaço que, segundo os médicos, corre o risco de se tornar patológico.

“Kómoda” explora as causas que provocam a fadiga e procura estabelecer as bases de possíveis soluções em contextos como o trabalho, o ócio, a alimentação ou o sexo, recorrendo à colaboração de peritos nas diferentes áreas analisadas e a participação do ator espanhol Nicolás Coronado, para quem, este documentário “pretende despertar a sociedade, abrir os olhos e obrigar-nos a sair da zona de conforto”.

Realizado pelo venezuelano Douglas Belisario, “Kómoda” oferece aos espectadores um olhar critico sobre a sociedade atual, marcada pelos avanços tecnológicos, pela celeridade e pelo imediatismo, mas também transmite uma mensagem sobre a capacidade objetiva e individual para combater boa parte deste cansaço.

*Segundo o Barómetro do cansaço dos espanhóis, elaborado pela Alpha Research para o documentário “Kómoda, a vida sem energia”.

Não pode perder a estreia de “Kómoda, a vida sem energia” dia 28 setembro às 22h30 no Odisseia.