A Vida Secreta dos Mangais: Senegal, com os Pés no Sal

Nos anos setenta, as grandes secas que assolaram o Senegal fizeram com que os seus mangais perdessem perto de 40% da sua superfície, e as suas águas passaram a ter uma das maiores concentrações de sal do mundo. A tilápia ou o surpreendente Periophthalmus foram dos poucos animais que conseguiram adaptar-se a este ecossistema extremo. Mas, nos últimos anos, a frequência das tempestades permitiu aos mangais recuperar espontaneamente em certas zonas, propiciando uma autêntica explosão de vida selvagem. Graças à resistência da Natureza e à vontade dos homens que replantam terrenos para acelerar o processo, o renascimento dos mangais do delta do Saloum e de Casamansa já é uma realidade.

Ver mais informação deste programa

Partilhar no: