Conversações com Golfinhos

CONVERSAÇÕES COM GOLFINHOS
Sábado 27 às 20:00

Em 2014, o nadador de percursos longos Adam Walker foi salvo do ataque de um grande tubarão branco por um grupo de golfinhos. Obcecado com este extraordinário encontro, Adam não parou de pensar naquele dia. Porquê o fizeram? Sabemos que os golfinhos são curiosos e brincalhões, mas também que são capazes de resolver problemas matemáticos, que têm um apurado sentido de autoconsciência, e que possuem uma linguagem tão precisa como a nossa. Poder-se-ia pensar que os golfinhos são os nossos homólogos aquáticos? Que escondem por detrás do seu permanente sorriso? Uma coisa parece clara para os investigadores: daqui a vinte anos seremos capazes de comunicar com eles.

Partilhar no: