Manutenção de Pontes: O Grande Desafio

ESTREIA SEGUNDA, 18 ÀS 22H30

As estruturas das pontes costumam deteriorar-se devido à ação dos elementos externos como o vento, a chuva ou o salitre. A isso, temos de somar a crescente pressão do tráfego rodoviário. Uma racha, mesmo quase impercetível, ou um ponto de oxidação no lugar mais inoportuno pode ter graves consequências. Para evitar o pior, as pontes são submetidas a controles permanentes e, no limite, a toda uma série de operações de reparação. Macacos hidráulicos gigantes, máquinas de água a alta pressão ou novas técnicas de substituição de cabos permitem que as estruturas sejam mais fáceis de inspecionar e substituir. Não percas o trabalho dos especialistas que se encarregam de manter as nossas pontes nas condições de segurança perfeitas.

Partilhar no: