Romper a Barreira do Som

Durante décadas, a barreira do som foi uma parede impenetrável contra a qual os aviões supersónicos chocavam, ao tentarem alcançar a velocidade do som. Eram os tempos dos heróis da aviação, do desenvolvimento da tecnologia do jato e do combustível para foguetes. Em 1947, Chuck Yeager conseguiu chegar à Mach 1 e dava o tiro de partida de uma corrida que levará os pilotos a velocidades loucas. Desta competição entre europeus, norte-americanos e russos saíram maravilhas como o Blackbird SR-71 e o F22 Raptor norte-americanos, o Mirage IV francês, o MiG- 23 russo, ou a grande joia da coroa europeia, o Concorde. Pela mão dos melhores pilotos, peritos e construtores de aviões do mundo, passamos em revista setenta anos de desafios humanos e tecnológicos para ultrapassar a barreira do som e viveremos a incrível experiência de um voo supersónico a bordo de um Rafale supersónico.

Partilhar no: